Excesso de Estoque: Vantagens e Desvantagens

Você sabia que determinar a quantidade ideal de estoque que uma empresa deve manter em seu inventário é um desafio, já que o excesso ou a escassez de estoque pode ter um impacto significativo na saúde financeira dos negócios?

Cada empresa tem suas próprias necessidades, portanto, a quantidade certa de estoque varia. É importante considerar as vantagens e desvantagens do excesso de estoque ao prever a demanda. Isso ajudará a manter os custos sob controle e a satisfação do cliente em alta.

Nos próximos tópicos vamos falar sobre as vantagens e desvantagens de ter um estoque em excesso. Confira!

Quais são as vantagens do excesso de estoque?

Existem várias vantagens envolvendo ter um excesso de estoque. A seguir, listamos algumas das mais relevantes. Vamos conferir?

  • Atendimento mais rápido: altos níveis de estoque garantem que você possa cumprir com os prazos prometidos aos clientes, aliás, pode até garantir que eles recebam o que compraram antes do previsto. Algo que sempre é bem-visto por qualquer consumidor.
  • Redução do risco de escassez: com a pandemia e suas consequências no pós-pandemia, as pessoas começaram e prestar mais atenção para a quantidade de problemas que a escassez de estoque pode causar. Interrupções na cadeia de suprimentos, problemas operacionais e até desastres naturais podem ser melhor gerenciados ao ter uma boa quantidade de estoque.
  • Descontos de fornecedores: quem não gosta de economizar dinheiro, não é mesmo? Manter um excesso de estoque significa que você pode ganhar descontos dos fornecedores por comprar em quantidades maiores. Obviamente, tais descontos permitirão que você reduza seus custos e tenha um lucro maior em suas vendas.

Desvantagens de ter estoque em excesso

No tópico anterior, você acompanhou algumas das principais vantagens em se ter excesso de estoque. Mas, e quanto às desvantagens? É sobre isso que vamos falar a seguir. Acompanhe!

  • Custos de armazenamento: O excesso de estoque pode causar problemas para as empresas, entre eles, o aumento nos custos de armazenamento. Isso ocorre devido à necessidade de espaço físico para armazenar os produtos excedentes, além de gastos com segurança, manutenção e controle. Esses custos podem impactar significativamente no lucro da empresa.
  • Obsolescência: Quanto maior for o tempo em que o estoque permanecer armazenado, menor será o seu valor. Adicionalmente, há o risco de que a sobra de estoque não seja comercializada, ou seja, vendida com desconto, implicando na redução do capital investido. Em algumas situações, o estoque pode se tornar obsoleto ou perder completamente o seu valor, caso não seja comercializado de forma imediata. Esse processo pode ocorrer em um prazo de apenas seis meses para itens de tecnologia, a depender do tipo de inventário que a empresa em questão gerencia.
  • Redução do fluxo de caixa: Talvez, esse seja um dos maiores problemas do estoque em excesso: a perda de capital liquido ou caixa. Veja bem, o dinheiro gasto na aquisição e no armazenamento dos produtos, por exemplo, não está necessariamente perdido. Contudo, ele fica retido até que o estoque seja vendido. Consequentemente, isso pode trazer problemas para o fluxo de caixa do empreendimento, deixando a empresa mais vulnerável a possíveis crises.
LEIA TAMBÉM:   Como planejar sob restrições e capacidade finita da produção?

Importância de um Software de Planejamento e Programação Avançado (APS) para auxiliar na redução do estoque

A utilização de um software APS (Advanced Planning & Scheduling) pode ser fundamental para auxiliar na redução de estoque de uma empresa. Isso porque o software permite que a empresa faça uma gestão mais eficiente da produção e da cadeia de suprimentos, atendendo os custos e prazos de entrega.

Com o auxílio de algoritmos sofisticados que equilibram a demanda e a capacidade, o APS consegue gerar sequenciamentos de produção viáveis com prazos de entrega mais curtos, atendendo às necessidades dos clientes e respondendo de maneira ágil a imprevistos na produção.

Composto por dois componentes principais, o Planejamento estratégico (voltado para a parte de materiais) e a Programação detalhada (voltada para as restrições operacionais), o APS possibilita que as empresas antecipem as necessidades de recursos de fabricação, otimizem o uso de materiais, pessoas e máquinas, além de oferecer um serviço de qualidade aos clientes, aumentando a rentabilidade.

O software pode ser utilizado para planejamento estratégico de longo prazo, planejamento tático de médio prazo, bem como sequenciamento detalhados. Trata-se de uma solução autônoma que pode ser facilmente integrada a outros sistemas, como o ERP, garantindo ainda mais eficiência no processo produtivo.

Siemens Opcenter APS

Quer otimizar e aumentar o desempenho das operações de seu negócio? O Siemens Opcenter APS é um sistema de Planejamento e Programação Avançado (APS) que emprega algoritmos poderosos para determinar as melhores sequências de produção, considerando as limitações e políticas internas da empresa.

LEIA TAMBÉM:   Colaboração interdepartamental para um planejamento eficiente

Essa solução representa uma excelente opção para otimizar a tomada de decisões táticas e estratégicas, maximizando a eficiência na alocação de recursos e, consequentemente, aumentando a rentabilidade do negócio.

Com o Siemens Opcenter APS, sua empresa pode melhorar significativamente a eficiência operacional e aumentar a produtividade, garantindo assim a satisfação dos clientes e fortalecendo sua posição competitiva no mercado.

Para saber mais sobre as vantagens oferecidas pelo Siemens Opcenter APS, basta clicar aqui e conferir todas as informações disponíveis.

Gostou do nosso post? Compartilhe em suas redes sociais!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp
Telegram
Email
Print

A INDÚSTRIA DIGITAL

CONSTRUINDO O AMANHÃ, HOJE

23 de maio, 2024 CURITIBA/PR