Principais tendências na indústria para 2023

No início de cada ano, pesquisas e análises são feitas visando como a tecnologia digital irá progredir ao longo do tempo, especialmente no decorrer do ano que se inicia.

Manter a indústria atualizada com as tendências do mercado é fundamental por uma série de razões, entre as quais a competitividade setorial e a melhoria do desempenho, significando uma melhor entrega em toda a linha de produção.

Com o mundo avançando para além da pandemia global, empresas e governos estão se adaptando à nova realidade com a ajuda de inovações e tecnologias avançadas. Por isso, 2023 será um momento crucial para as organizações que buscam obter e manter sua vantagem competitiva.

Aqui estão algumas das tendências tecnológicas que poderão ajudar as indústrias a crescerem ainda mais em 2023. Acompanhe!

Aplicações de dados

De acordo com especialistas em tecnologia, o uso de dados continuará como uma forte tendência em 2023. Nesse cenário, o termo “datafication” se destaca. Ele se refere ao processo de transformar tudo que faz parte de nossas vidas em dispositivos ou softwares movidos a dados.

Obviamente, as indústrias que não se atentarem para essa tendência podem perder espaço no mercado. Essa modificação de tarefas humanas e operações em tecnologias orientada por dados vão desde nossos smartphones até máquinas industriais, passando por aplicações de escritório e aparelhos que funcionam a base de inteligência artificial.

Tecnologias de automação

Até recentemente, era muito comum empregarmos o termo automação. Em 2023, o que estará em jogo é a hiperautomação que, aliás, já era algo previsto desde o ano passado.

De qualquer maneira, é uma das tendências tecnológicas mais importantes para a qual as indústrias devem voltar sua atenção. Isso, porque, além de ser uma das mais promissoras, a hiperautomação envolve uma automação inteligente e uma orquestração harmônica de ferramentas e processos.

LEIA TAMBÉM:   Como a digitalização está promovendo práticas industriais mais sustentáveis

Dessa forma, as indústrias que acompanharem de perto essa tendência terão várias vantagens para economizar tempo e recursos valiosos, além de melhorar suas operações.

Inteligência Artificial

Nos últimos anos vimos que a AIoT (tecnologia de Inteligência Artificial das Coisas) e as redes de dispositivos conectados são uma parte crucial na criação de soluções digitais, construção de realidades virtuais, aprimoramento de máquinas inteligentes e projeto de cidades futuristas.

O uso de dispositivos inteligentes tem aumentado tanto na vida pessoal quanto na profissional, mas ainda há desafios de comunicação devido à falta de padrões de comunicação.

Portanto, 2023 será o ano de estabelecer padrões globais para comunicação eficaz entre dispositivos. E é aqui que as indústrias de todos os portes precisam se concentrar.

Vale lembrar que estamos apenas no início do que pode ser alcançado nesse campo, pois se estima que cerca de 50 milhões de dispositivos AIoT estarão em uso até o final de 2023, somente nos EUA. Mundialmente, esses dispositivos interconectados, trarão segurança, eficiência e tomada de decisão aprimoradas para as indústrias, à medida que mais dados são coletados e analisados.

Sustentabilidade

O desafio de reduzir as emissões de carbono e enfrentar a crise climática é uma preocupação global. Devido a avanços na tecnologia, o custo da energia renovável, como solar e eólica, caiu significativamente e está se tornando mais acessível do que o uso de combustíveis fósseis.

A conclusão de um estudo revisado por pesquisadores da Universidade de Oxford e publicado na revista científica Joule, é que a mudança para fontes de energia renováveis pode resultar em uma economia global na casa dos 12 trilhões de dólares até o ano de 2050. Em 2023, governos e líderes da indústria se concentrarão em ampliar e desenvolver tecnologias verdes.

LEIA TAMBÉM:   A Revolução Digital na Indústria: Desafios e Benefícios

Uma das mais promissoras é o hidrogênio verde, que permite capturar e transportar energia de fontes renováveis para áreas distantes. Outra tecnologia a ser observada é a fusão nuclear, que pode fornecer energia quase ilimitada, segura e limpa no futuro.

Cibersegurança

A proteção cibernética pode não parecer uma tecnologia recente, pois já existe há algum tempo, mas está continuamente evoluindo, assim como outras tecnologias.

Dado que a ameaça de invasões cibernéticas persistirá, a segurança cibernética continuará sendo uma área relevante e em evolução, pois será sempre aprimorada para encontrar formas de proteção contra esses ataques.

De acordo com uma pesquisa da Gartner, referência em pesquisa e aconselhamento para empresas, até 2025 60% das organizações usarão a avaliação de riscos cibernéticos como fator determinante para conduzir negociações e acordos comerciais com terceiros. Obviamente, que 2023 será o ano em que empresas e indústrias começarão a avaliar melhor suas opções nesse campo.

Conheça a APS3

A APS3 tem expertise em ajudar as indústrias a alcançarem a digitalização. No mercado desde 2012, atuando como agente SIEMENS, a APS3 oferece soluções completas que cobrem desde a venda, consultoria, implantação e suporte de sistemas até tecnologias de automação para empresas dos mais variados segmentos.

Para mais informações, acesse o site e descubra como a APS3 pode ajudar sua indústria a trilhar o caminho da digitalização.

Gostou do nosso post? Compartilhe em suas redes sociais!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp
Telegram
Email
Print

A INDÚSTRIA DIGITAL

CONSTRUINDO O AMANHÃ, HOJE

23 de maio, 2024 CURITIBA/PR