Opcenter APS criando soluções para as tendências da manufatura discreta: parte 4

Se você tem acompanhado nossa série de posts, já está familiarizado com a complexidade do cenário atual da manufatura discreta.

Discutimos desde as tendências globais que estão moldando a indústria até as complexidades de validação e a revolução trazida pelas novas gerações de ferramentas de máquina. Agora, vamos abordar um desafio que é especialmente crítico para empresas de médio porte: a retenção de pessoal especializado.

Em um ambiente industrial cada vez mais competitivo e tecnológico, como as empresas podem manter o know-how sem perder seus talentos para concorrentes maiores ou mais especializados?

 

Ler a parte 1  | Ler a parte 2  | Ler a parte 3  | Ler a parte 5 

 

O Problema Crescente: Retenção de Pessoal Especializado

Você já se perguntou por que algumas empresas de médio porte enfrentam dificuldades para reter talentos especializados? Em um mundo onde a especialização é cada vez mais valorizada, profissionais buscam ambientes onde possam aprofundar e aplicar seus conhecimentos de forma significativa.

Infelizmente, empresas de médio porte muitas vezes não podem oferecer o mesmo nível de foco ou recursos que empresas maiores ou mais especializadas, tornando a retenção de pessoal um desafio crescente.

Tendências: Impacto nas Empresas de Médio Porte

As tendências externas, como a rápida evolução tecnológica e as mudanças nas demandas do mercado, estão exacerbando esse problema. Profissionais especializados são atraídos por empresas que estão na vanguarda dessas tendências, deixando as empresas de médio porte em uma posição vulnerável.

A fuga de talentos não é apenas um problema de recursos humanos; é uma questão estratégica que pode afetar a competitividade e a viabilidade de longo prazo da empresa.

Implicações: Perda de Conhecimento e Investimento

A retenção inadequada de pessoal especializado vai além da perda de funcionários; é uma erosão do capital intelectual e um desperdício de investimento em treinamento e desenvolvimento. Cada profissional que sai leva consigo anos de experiência e conhecimento tácito, criando um vácuo que é difícil de preencher.

LEIA TAMBÉM:   Case de Sucesso: Indústria de Borracha Paranoá

Além disso, os recursos gastos na formação desses profissionais se tornam custos afundados, que poderiam ter sido investidos em inovação ou expansão.

Possibilidades: Migração de Conhecimento

Então, como as empresas de médio porte podem mitigar esses riscos? Uma estratégia promissora é a migração de conhecimento de pessoas para sistemas. Isso envolve a codificação de melhores práticas, processos e outras formas de conhecimento tácito em sistemas automatizados.

Ao fazer isso, o know-how se torna uma parte integrada da infraestrutura da empresa, tornando-a menos vulnerável à perda de pessoal especializado. Essa abordagem também permite que a empresa se adapte mais rapidamente às mudanças, já que os sistemas podem ser atualizados mais facilmente do que treinar uma nova geração de especialistas.

Soluções: Introdução de MOM e APS

Aqui, entramos em um território que pode ser verdadeiramente revolucionário para empresas de médio porte. As soluções MOM (Manufacturing Operations Management) e APS (Advanced Planning and Scheduling) não são apenas ferramentas tecnológicas; elas são ecossistemas completos que permitem uma gestão mais eficiente e eficaz da produção.

O MOM, por exemplo, permite a codificação de regras de processo, o que significa que o conhecimento e a experiência de seus funcionários podem ser transformados em algoritmos e fluxos de trabalho que continuam a agregar valor, mesmo quando esses funcionários não estão mais com a empresa.

O APS, por sua vez, oferece uma visão holística do planejamento da produção, permitindo que as empresas otimizem seus recursos e alcancem níveis mais elevados de eficiência.

LEIA TAMBÉM:   Gestão de Qualidade no Desenvolvimento de Produtos: Desafios e Soluções

Siemens: Flexibilidade e Modelagem com Opcenter

Opcenter Scheduling da Siemens é mais do que uma ferramenta de agendamento; é uma solução completa que integra perfeitamente com os sistemas MOM e APS. Sua flexibilidade e capacidade de modelar qualquer processo de fabricação e suas restrições tornam-no uma escolha ideal para empresas que buscam não apenas resolver problemas imediatos, mas também se preparar para desafios futuros.

A capacidade de adaptar e personalizar o Opcenter para atender às necessidades específicas de sua empresa significa que você pode capitalizar o conhecimento gerado internamente na empresa de uma forma que poucas outras soluções podem oferecer.

Experimente o Poder do Siemens Opcenter APS

Está curioso para saber como o Siemens Opcenter APS pode ser a chave para superar os desafios da sua empresa?

Convidamos você a acessar o site da APS3 e aproveitar o trial de 30 dias do Opcenter APS para experimentar em primeira mão o poder desta solução revolucionária.

Gostou do nosso post? Compartilhe em suas redes sociais!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp
Telegram
Email
Print

A INDÚSTRIA DIGITAL

CONSTRUINDO O AMANHÃ, HOJE

23 de maio, 2024 CURITIBA/PR